quinta-feira, 22 de junho de 2017

PM BALEADO AO TROCAR TIROS COM ASSALTANTES EM GOIÂNIA NÃO CORRE RISCO DE MORTE


A Tentativa de latrocínio aconteceu na noite desta quarta-feira em Goiânia. Ferido no confronto, um dos criminosos acabou preso.

Um policial militar aposentado e um assaltante foram baleados durante uma troca de tiros na noite desta quarta-feira (21), em Goiânia. Minutos após o confronto, um dos envolvidos na tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) foi preso por militares do Giro, no momento em que fugia em um táxi.

O fato aconteceu pouco antes das 21h, na Rua JH 04, no Jardim das Hortências, quando o cabo Cleudemar Delfino de Souza, de 52 anos, foi abordado por três assaltantes que chegaram em um HB20, e tentaram roubar a camionete Hillux importada em que ele estava. O militar reagiu à abordagem, conseguiu ferir um dos assaltantes, mas acabou baleado na boca.

Após o confronto os bandidos fugiram e abandonaram o carro em que estavam na Rua JH 02. Posteriormente, a Polícia Militar descobriu que o HB20 usado pelos criminosos havia sido roubado há algumas semanas, em Goiânia. Socorrido inicialmente para o Cais do Jardim Curitiba, o cabo Delfino foi transferido para o Hugol, onde passou por uma cirurgia na boca, e permanece internado, sem risco de morte.


Ao tomar conhecimento que depois de entrarem correndo a pé em uma mata os bandidos teriam dado prosseguimento à fuga em um táxi modelo Cobalt, militares do Giro conseguiram interceptar o veículo na GO-070, no Bairro Ipiranga. Com um ferimento de bala nas costas, Rafael dos Santos, que ocupava o banco do carona do táxi, disse inicialmente que havia sido vítima de uma tentativa de assalto, mas depois confessou que realmente participou da abordagem ao taxista. Ele ainda delatou aos PMs o nome e endereço de um dos comparsas, que não foi localizado. Após ser medicado no Hugo, Rafael foi autuado na Central de Flagrantes pelo crime de tentativa de latrocínio.

Fonte: Mais Goiás